God Above God

[LILITH:]
Why should I become the Dark Queen
And how shall I become this Black thing
My Holy Blood turned to bitterness
Before the first Oceans… or the Mountains were born
I stood beside Your with Wisdom Adorned
Our Sacred Vows made Earth’s Kingdom rise…

I am the trees woven in through the sky
I am the Law of the Love that can’t die
Caressed by the Clouds I walk with Wind & Stars

I ordered the paths of the Black Sun & the Moon
But Now I am vanquished oh… raped, ravaged & ruined
Wild and Untamed I roamed the Earth free
Your Virgin Mary is only a Shadow of me

Is this your Will… oh… my Violation?
Nature betrayed Love’s Immolation

GOD ABOVE GOD, release me from this Fate
GOD ABOVE GOD release me from all this Rage
Or My Sword shall drink much Blood in the Heavens
Your Angels will know the Rage of Creation
Why should I become this?
How shall I ever become clean?
Oh become clean again? Never… oh you’re murdering me…

Now nothing remains of my works but burnt stone
My voice is stilled… division is sown
What once was Self is now Enemy
Rape, Force and Violence are your new Trinity

Is this your Will Divine Emanation?
Nature betrayed Love’s Immolation… Annihilation…

GOD ABOVE GOD, release me from this Fate
GOD ABOVE GOD release me from all this Rage
Or My Sword shall drink much Blood in the Heavens
Your Angels will know the Rage of Creation
Why should I become this?
How shall I ever become clean?
Oh become clean… You have murdered me… Why do you hate me?
For all of your Passion, all your Fate
you come to death knowing one massive hate

——————–

Deus Acima Do Deus

Porque devo, eu me transformo numa rainha escura
E como devo eu torna-me esta coisa negra
Meu sangue santamente voltado para a amargura
Antes dos primeiros oceanosÂ… ou das montanhas nascerem
Eu estive ao lado do seu, com a sabedoria decorada
Nossos votos sagrados fizeram a ascensão do reino da terraÂ…

Eu sou as árvores tecidas dentro através do céu
Eu sou a lei do amor que não pode morrer
Acariciado pelas nuvens,eu ando com o vento e as estrelas

Eu requisitei os trajetos do sol negro e da lua
Mas agora eu sou,oh,vencidoÂ…violado,e devastado;
Selvagem e arruinado eu vagueei a terra livre
Sua virgem Maria é somente uma sombra de mim

É esta sua vontadeÂ… ohÂ… minha violação?
Imolação do amor traído natureza

O Deus acima do Deus, libera-me deste destino
O Deus acima do Deus libera-me de toda esta raiva
Ou minha espada beberá muito sangue nos céus
Seus anjos saberão a raiva da criação
Por que devo eu transformar me?
Como devo eu nunca me tornar limpo?
O oh torna-me limpo outra vez? nuncaÂ… oh você está assassinando-meÂ…

Agora nada permanece de meus trabalhos mas da pedra queimada
Minha voz éÂ… divisão acalmada é semeada
O que era uma vez o auto é agora inimigo
A violação, a força e a violência são sua trindade nova

É esta sua emanação divina da vontade?
Amor traído naturalmente
ImolaçãoÂ… aniquilaçãoÂ…

O Deus acima do Deus, libera-me deste destino
O Deus acima do Deus libera-me de toda esta raiva
Ou minha espada beberá muito sangue nos céus
Seus anjos saberão a raiva da criação
Por que devo eu transformar-me?
Como devo eu nunca me tornar limpo?
O oh torna-se limpoÂ… você assassinou-meÂ… por que você me odeia?
Para toda sua paixão, todo seu destino
Você vem à morte que sabe um ódio maciço

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: